DECORAÇÃO DE FESTA INFANTIL

Introdução
Receita de festa de aniversário de criança sempre teve ingredientes universais, a exceção do idioma em que se canta o “Parabéns pra você”, os de demais componentes são rigorosamente os mesmos numa festinha em Roma ou Nova Iorque. Nada além de bolo, bola, língua-de-sogra, chapéu de ponta, e outras peculiaridades que deliciaram e ainda deliciam as tardes de muitas gerações no mundo todo. Porém no Brasil, de uns tempos para cá, o desejo e a imaginação dos filhos combinados ao delírio dos pais, transformaram as despretensiosas festas infantis em grandes superproduções, cheias de efeitos especiais, surpresas e atrações. Para agradar a criançada, os pais não economizam: gelo seco, canhões de luz, focos de neve, luz estroboscópica e néon, cenários fantásticos, mesas giratórias, toalhas iluminadas, bonecos que se movem e até personagens infantis reproduzidos em tamanho natural. Evidentemente, não é com a ajuda de vizinhos e familiares que se monta uma boa festa nos dias de hoje. Há uma nova e sofisticada indústria que cuida de tudo, dos convites até o encerramento da festa, as chamadas decorações de festa infantil.

MERCADO. Este mercado apresenta uma grande concorrência, já que, existem inúmeras pessoas que prestam serviços para festas, porém, apresentar um diferencial nos serviços (preços, atendimento, etc), é uma boa saída para vencer neste ramo de atividade.

ESTRUTURA. Para montar este empreendimento o empreendedor deve ter uma estrutura mínima, que neste caso consiste em uma área de 60 m², onde ficarão expostos os diversos cenários.

EQUIPAMENTOS. O número mínimo de equipamentos necessários são:
- Veículo utilitário;
- Móveis e utensílios de escritório (computadores, telefones, fax, etc.);
- Mesa grande para trabalhar montando os enfeites, cortar papel, etc.;
- Mesa para bolo, onde também são colocados os enfeites com o motivo da festa;
- Mesas e cadeiras para os convidados;
- Aparelho de som ;
- Balcão para atendimento dos clientes na loja;
- Prateleiras para guarda dos enfeites;
- Máquina de encher balões;
- Utensílios pequenos (tesouras, estiletes, potes, etc.);
- Brinquedos (piscina de bolinhas, escorregado, pula-pula vídeokê), etc.

INVESTIMENTO. Irá variar de acordo com a estrutura do empreendimento, podendo este girar em torno de R$ 40 Mil.

MÃO DE OBRA. O número mínimo de pessoas trabalhando é de 3 pessoas, o dono e mais duas, sendo que o resto das atividades podem ser terceirizadas, sendo que esta deve ser bem selecionada, principalmente as que fornecem os alimentos.

FORNECEDORES. Neste empreendimento há vários fornecedores nos diferentes segmentos, que vão desde o ramo alimentício até os de diversões. Selecionar bem os fornecedores é de vital importância para oferecer bons produtos e preços competitivos.
Grandes fornecedores de bebida, embutidos e doces entregam o produto no local, mas as compras também podem ser feitas em distribuidores e supermercados. Com relação aos brinquedos, o melhor é alugar, para ter sempre uma novidade.

DIVERSIFICAR. Para vencer o jogo não basta investir apenas em espaços convidativos e lúdicos. É preciso diversificar a oferta, buscar um atendimento personalizado, falar a linguagem da criança, respeitando seus gostos e opiniões, e também definir bem o foco do negócio para não correr o risco de perder o rumo.

ATRAÇÕES. Os pacotes de Decoração devem ser bastante variados, já que o grande atrativo são as instalações e equipamentos sofisticados. As atrações é o diferencial deste negócio, e estas devem ser renovadas constantemente para manter o interesse e continuar atraindo a atenção. Algumas atrações interessantes:
- Cidade dos brinquedos;
- Piscina de bolinhas;
- Trenzinhos;
- Carrossel;
- Brinquedos eletrônicos;
- Teatrinho;
- Show de palhaços, fantoches, mágicos e animais amestrados.

TEMAS A SEREM EXPLORADOS. Os temas preferidos da garotada variam um pouco dependendo da época, mas algumas estórias nunca saem de circulação. A Branca de Neve, Cinderela, Batman, Aladin, Pinóquio sempre tem boa saída.

LEMBRETES. Para alcançar o sucesso neste tipo de empreendimento é necessário tomar algumas providências importante, tais como:
- Pesquisar a situação do mercado local;
- Localização apropriada, de fácil acesso, em região de poder aquisitivo condizente;
- Possuir criatividade para decoração, gostar de promover eventos e organizar festas;
- Possuir capital financeiro para instalação;
- O segredo para o sucesso é montar a festa de acordo com o desejo da criança, procurar realizar tudo aquilo que ela imagina;
- Fazer um bom curso de decoração de festas é de grande valia no início do negócio;
- Descobrir lacunas entre a concorrência e preenchê-las oferecendo produtos e serviços em ambientes lúdicos e ligados ao mundo infantil também garante bons resultados.

Legislação Específica

Torna-se necessário tomar algumas providências, para a abertura do empreendimento, tais como:
- Registro na Junta Comercial;
- Registro na Secretária da Receita Federal;
- Registro na Secretária da Fazenda;
- Registro na Prefeitura do Município;
- Registro no INSS;(Somente quando não tem o CNPJ – Pessoa autônoma – Receita Federal)
- Registro no Sindicato Patronal;

O novo empresário deve procurar a prefeitura da cidade onde pretende montar seu empreendimento para obter informações quanto às instalações físicas da empresa (com relação a localização),e também o Alvará de Funcionamento.
Além disso, deve consultar o PROCON para adequar seus produtos às especificações do Código de Defesa do Consumidor (LEI Nº 8.078 DE 11.09.1990).

BIBLIOGRAFIA
- Pesquisas Tips - Sebrae - Pequenas Empresas, Grandes Negócios - IPT - Tudo (Folha de S.Paulo) - Negócios (O Estado de S. Paulo) - Empreendedor - Exame SP - Exame - Tudo - Estado de Minas - Marketeer - Google - Wikipédia - Ministério do Trabalho e Desenvolvimento
Esse arquivo foi gentilmente enviado por usuários do Emprega Brasil. Caso tenha arquivos que contribuam com a empregabilidade ou rentabilidade, nos envie através do e-mail: arquivos@empregabrasil.org.br

Emprega Brasil | © 2013 Todos direitos reservados. Brasil